Re: [DesignBrasil] (OT) - Maioria no Congresso dá democracia estável

Rudinei,

sabe que te admiro?
Mas eu não entendi o objetivo desta mensagem. Poderia ser mais claro?

Não há muitas surpresas neste tipo de notícia. Vivemos num país onde a comunicação é dominada pelos empresários, que estão ligados diretamente a uma política de favorecimento ao capital estrangeiro, e onde os políticos estão quase todos comprometidos com esta mesma proposta de aliança. Lemos este tipo de notícia todo dia, nem que seja nas entrelinhas. Esse é o governo PT.

E salve a revolução no mundo árabe! Eu quero é nosso povo na praça pra acabar com tudo isso.

Beijos revolucionários!
(hoje eu tô que tô... rsss)
Flávia



2011/2/28 Rudinei R. Modezejewski <rrm32@e-marcas.com.br>
Prezados Amigos,

O artigo que reproduzo abaixo é MUITO importante, peço que atentem muito mais para as PERGUNTAS do que para as respostas, vejam a PREOCUPAÇÃO do jornalista ao formulá-las:

Maioria no Congresso dá democracia estável


Abnor Gondim
São Paulo - O novo líder do PT na Câmara dos Deputados, Paulo Teixeira, de São Paulo, considera "bom para a democracia" o fato de o governo Dilma Rousseff ter o apoio da maioria no Congresso Nacional para assegurar vitória nas propostas enviadas pelo Planalto. "Estamos construindo uma democracia estável", afirmou, em entrevista exclusiva ao jornal DCI.



O líder petista afirma que já foram advertidos os deputados Eudes Xavier (PT-CE) e Francisco Praciano (PT-AM) que não votaram favoravelmente à proposta do governo no projeto do reajuste do salário mínimo para R$ 545. "Vão sofrer repercussões nos mandados deles", salientou.



Ele adiantou que o governo encaminha em março a proposta de criação do marco civil na internet, que deve flexibilizar os direitos autorais para obras baixadas para fins educacionais. Ele reclamou da ministra da Cultura, Ana Buarque de Holanda, por haver retirado do site do ministério a licença que flexibiliza os direitos do autor de obras intelectuais.



Na Câmara, o que acontecerá com os petistas que não votaram com o governo ou se ausentaram na questão do mínimo? E o que deve acontecer com os demais aliados que não seguiram essa linha e sobre os sete da bancada que se ausentaram?

Eles já foram chamados, advertidos quanto à sua posição e vão sofrer repercussões nos mandatos deles.



Por exemplo?

Na verdade, como a bancada é muito grande, eles terão trabalhos muito específicos.



Isso significa que não assumirão posições de destaque em comissões ou outras missões do partido?

Não quero chegar a esses detalhes. Mas todos sabem das consequências que terão repercussões em seus mandatos por causa dessa decisão.



O senhor acha que o PMDB deve ser recompensado com mais cargos no segundo e terceiro escalões pela lealdade total demonstrada ao governo na Câmara, durante a votação do salário mínimo?

Eles fazem parte do governo. Essa lealdade outros partidos da base aliada têm também. Queremos que eles continuem defendendo o governo.



Alguma indicação do PT para o futuro ministro da Pasta da Micro e Pequena Empresa?

Não sabemos disso. Isso é um tema que compete à presidente da República.



O PT também vai fechar questão quanto ao reajuste de 4,5% na tabela do Imposto de Renda, que será encaminhada ao Congresso Nacional por medida provisória?

Nós vamos acompanhar o governo.



Como avalia o fato de o governo ter ampla maioria para aprovar, com facilidade, todas as propostas encaminhadas ao Legislativo. Isso é positivo para a democracia?

O que não é bom para a democracia é um governo que não tenha governabilidade. Em todo o mundo, os governos têm maioria. O governo sem maioria é uma instabilidade permanente.



Vira uma Líbia?

Vira uma Líbia. Estamos construindo uma democracia estável. Por que nós vamos nos queixar de uma democracia estável? Uma democracia estável não quer dizer você atropelar a oposição. Não quer dizer igualmente não ouvir a oposição ou a sociedade. Agora, um governo com uma maioria fraca é difícil para uma democracia sustentar isso.



Quais marcos legais e prioridades de votação vão registrar o ano legislativo?

Nós teremos as discussões das reformas tributária e política, mudanças no Código Florestal, teremos medidas importantes em termos de legislação penal que possibilite o combate à lavagem de dinheiro. Enfim, teremos várias matérias importantes. Um dos desafios da bancada para a atual legislatura, além de ajudar na construção da governabilidade do governo da presidente Dilma Rousseff é pavimentar o caminho para uma reforma política e tributária. Estamos fazendo debates sobre esses temas.



Em março, o governo encaminha ao Congresso o projeto que cria o marco civil na internet. Isso pode resultar em censura?

Não. Porque o marco civil não terá quebra de sigilo e remoção de conteúdo. A legislação brasileira apenas autoriza a quebra de sigilo e a remoção de conteúdo por força judicial, e não por trâmites administrativos. A última versão da proposta de marco civil não prevê esse tipo de procedimento. Isso só acontece com ordem judicial, previsto na Constituição.



A proposta do marco civil na internet elimina os direitos autorais no ambiente virtual?

A legislação dos direitos autorais é importante. Todos reconhecemos que ela protege a obra, a criação, o autor. Agora, existe uma situação que é a internet. Defendemos o uso justo, que é o uso não comercial, aquele para fins pessoais. Essa possibilidade está no mundo inteiro. O que precisamos estabelecer é como você pode baixar uma música sem ferir ou violar o direito do autor. Tem que ter também uma formatação para cobrar via serviços de telecomunicações. Você pode estabelecer uma pequena tarifa contida nos serviços de banda larga, uma pequena contribuição para os autores.



Deputado, uma instituição beneficente, por exemplo, pode pegar conteúdos e baixar, sem precisar pagar por isso? Seria uma atividade comercial ou não? Ou apenas as pessoas físicas poderiam ter esse tipo de acesso?

Depende da natureza da instituição. Por exemplo, uma escola pública quer tirar uma cópia de um livro ou passar um filme aos alunos. Então, a cópia para fins educacionais não deve sofrer cobrança porque nós precisamos criar uma legislação que permita cópia para fins educacionais. Senão, estaremos prejudicando o desenvolvimento da educação no Brasil.



O senhor sabe que a ministra da Cultura, Ana Buarque de Holanda, decidiu retirar do site do Ministério da Cultura a licença Creative Commons [projeto sem fins lucrativos que disponibiliza licenças flexíveis para obras intelectuais]. Isso não contrasta com decisões anteriores que vêm do governo Lula em favor do software livre e de recursos culturais e educacionais abertos na internet?

Eu ponderei que ela deveria abrir o debate sobre direito autoral. Com a retirada do Creative Commons, ela precipitou o debate. Portanto, creio que ela deva se apressar e fazer uma consulta à sociedade sobre qual lei de direito autoral que nós devemos ter.



Agora, isso não iria enfraquecer muito as empresas que têm conteúdos na internet e que podem ser pirateados, sem pagamento aos autores?

Olha, pirataria é outro assunto. Nós queremos combater a pirataria. A pirataria é você copiar um conteúdo e vender. Isso é crime. São dois aspectos. Pirataria é uma atividade comercial que copia e reproduz conteúdos do autor. Eu não posso dizer que um aluno, que está fazendo um trabalho escolar, pega um trecho ou uma música do Chico Buarque para comentar o período da ditadura militar, e achar que ele esteja pirateando. A atual legislação é tão estúpida que ela gera essa confusão.



E o que será proposto nesta matéria em termos de crimes digitais?

Para mim, crime digital é destruir dados, roubar senhas, invadir rede de computador.



Como que o senhor enquadraria o Week Leaks [site que divulgou documentos secretos da diplomacia norte-americana] nessa proposta? Seria crime?

O que o Week Leaks fez foi divulgar dados de como a diplomacia americana é banal. Nós estamos criando aqui sobre proteção de dados públicos, de documentos secretos, por quanto tempo eles devem ser protegidos. Foi aprovado na Câmara e está no Senado. Agora a internet gera um outro problema. Tem o direito americano poder para submeter suas leis à soberania da Europa, onde o criador do site mora?

Fonte: http://www.dci.com.br/noticia.asp?id_editoria=5&id_noticia=363676



Tirem suas conclusões.

Atenciosamente

Rudinei Modezejewski

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "DesignBrasil" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para designbrasil_@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para designbrasil_+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/designbrasil_?hl=pt-BR.



--
Flávia Mattos

(21) 8103-9697

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "DesignBrasil" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para designbrasil_@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para designbrasil_+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/designbrasil_?hl=pt-BR.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Re: [DesignBrasil] OFF-TOPIC>>> O Brasil e o Oscar

Cao,

discordo plenamente. E vou esquecer que sou uma pessoa fofinha agora, tá? Nada pessoal.

O Brasil deve esquecer de vez essa palhaçada de Oscar. É um prêmio da indústria estadunidense, para nos entupir de propaganda da indústria cultural estadunidense e nos manter como colônia.
Enquanto existirem brasileiros que acham importante este festival, vamos continuar lendo este tipo de bobagem.

Desculpa, mas sou muito dura em relação ao assunto "Estados Unidos". Odeio este discurso a favor de qualquer propaganda deste império nojento, que domina o mundo e ainda se intitulam como os únicos americanos, como se nós aqui também não fóssemos americanos. O pior é o mundo inteiro repetindo isso, esquecendo todos os outros países americanos. Eles nos desprezam, só querem mesmo nos manter como quintal. Na boa, quero que o Oscar fique por lá. Fiz faculdade de cinema, fui diretora de arte, amo cinema e não discuto a qualidade dos filmes que ganharam do Brasil em muitos momentos, amo Caráter, só pra citar um, e odeio "A Vida é Bela". Mas isso não deveria nos encher os olhos. O Brasil é um país muito mais rico em cultura do que os Estados Unidos, mesmo sabendo que a indústria cinematográfica deles é sensacional. Mas é isso: uma indústria. Aqui não temos isso. Então, por que competir? Pra ficarmos nos humilhando lá? Nós não precisamos daquela estatueta feia (alô, designers estadunidenses?), não precisamos participar daquela festa ridícula, ensaiada e cafona.

Devíamos mesmo boicotar o Oscar e jamais deixar que um filme nosso participasse desse mico. Alguém aqui conseguiu ver "Brasil Animado", o primeiro filme brasileiro em 3D? Eu e meu filho de 7 anos, louco por este país, não conseguimos, pois o filme só ficou uma semana em cartaz. O filme exaltava as riquezas brasileiras e foi banido do cinema pela indústria estadunidense. E o governo permite isso. Tenho vergonha de um povo que se curva e de um governo que se vende.

É, companheiros, sou mesmo revoltadíssima com essa história dos Estados Unidos. Ainda mais agora que eles estão querendo comprar a (linda) revolução egípcia e se envolvendo na Líbia. Eu queria que eles ficassem nos limites geográficos deles. E só. Povinho nojento.

Deixo aqui uma matéria sobre a humilhação que os funcionários do McDonald's passam. É isso: eles entram nos países com aquela comida absurda e sem nutriente, usam da nossa mão de obra de forma exploradora, maltratam as pessoas, engordam e viciam nossas crianças, se usam de marketing infantil, que é uma baixaria sem fim, se aproveitam para não deixar nosso país avançar na questão da regulamentação infantil (mas no país deles a regulamentação existe), entre outras coisas. Aliás, os chineses estão no mesmo caminho. E estão milionários. E o nosso país?

Beijos calorosos, brasileiros e revolucionários!
Flávia





2011/2/28 ..:: CAO ZONE ::.. <caozone@uol.com.br>
          Prezados/as,

          Nessa 83 edição do Oscar, o Brasil esteve representado com o documentário "Lixo Extraordinário", dos diretores brasileiros João Jardim, Karem Harley e diretora britânica Lucy Walker, a obra trata da vida do artista plástico brasileiro Vik Muniz com catadores de lixo em um dos maiores aterros sanitários do mundo, localizado no Jardim Gramacho, da cidade de Duque de Caxias, no estado do Rio de Janeiro.

          Mas o eleito foi o documentario "Trabalho Interno" de Charles Ferguson e Audrey Marrs, que retrata os bastidores da crise econômica que explodiu no fim de 2008 nos Estados Unidos.

          O cinema do Brasil já foi indicado 17 vezes para o Oscar.

          A primeira vez aconteceu no ano de 1959, e a produção franco-ítalo-brasileira "Orfeu Negro", ganhou na categoria Melhor Filme Estrangeiro, mas como o diretor do longa era o Marceu Camus, o título foi para os franceses.

          De lá pra cá muitos bons filmes brasileiros estiveram presentes, mas nenhum trouce estatueta alguma.

          Em 1963, "O Pagador de Promessas", do diretor Anselmo Duarte, contava com Glória Menezes, Othon Baston e Leonardo Villar e defendia a reforma agrária.

          Depois disso ficamos 22 anos sem pisar naquele tapete vermelho, e em 1985 "O Beijo da Mulher Aranha" do nascido argentino, mas criado aqui no Brasil, Hector Babenco. Participavam do filme: William Hurt, Sonia Braga e Raul Julia, que foi indicado para quatro categorias: Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator e Melhor Roteiro Adaptado. William Hurt levou o título de melhor ator, como ele é nascido em Washington, D.C, USA, a estatueta ficou por lá.

          Em 1996 o filme "O QUATRILHO" de Fábio Barreto com Glória Pires, Patrícia Pillar e Gianfranceso Guarmieri, era nossa esperança, mas o ganhador de melhor Filme Estrangeiro naquele ano foi o holandês "A Excêntrica Família de Antonia".

          O filme "O Que É Isso Companheiro"  de Bruno Barreto, de 1998, baseado no livro de Fernando Gabeira, com Fernanda Torres, Fernanda Montenegro, Luiz Fernando Guimarães, Cláudia Abreu e Pedro Cardoso, perdeu novamente para uma produção holandesa, chamada:"Caráter".

          Jogávamos todas as nossas fichas no "Central do Brasil", dirigido por Walter Salles, em 1999, indicado ao Oscar em duas categorias: "Melhor Filme Estrangeiro" e "Melhor Atriz", a nossa querida Fernanda Montenegro, mas quando todo o Brasil já sentia a vitória, veio mesmo foi a derrota, "A Vida É Bela" do italiano Roberto Benigni ficou com o "Melhor Filme Estrangeiro". E a Gwyneth Paltrow levou a de "Melhor Atriz" pelo "Shakespeare Apaixonado".

          Até com Pelé tentamos alguma coisa no Oscar, "Uma História de Futebol", de Paulo Machline, de 2001, mas o vencedor daquele ano foi  mesmo um filme do alemão Florian Gallenberger.

          Em 2003 foi a vez do filme do Fernando Meireles, "Cidade de Deus", mas apesar de concorrer em quatro indicações: "Melhor Diretor", "Melhor Edição", "Melhor Roteiro Adaptado" e "Melhor Fotografia", o bando do grande Zé Pequeno não trouxe absolutamente nada.

          Carlos Saldanha fez aquele belo curta de animação chamado "A Aventura Perdida de Scrat", mas em 2004, o prêmio foi para o stop motion australiano feito com massinha, "Harvie Krumpet".

          Afinal que sina é essa para com o cinema brasileiro? Nessas questões de animação e/ou documentário, ainda não crescemos bem, mas na arte de contar uma história, não vencemos apenas pelo singelo detalhe, de que enviamos títulos cujos protagonistas são gente com atuação na TV, e como todos sabemos o Oscar é um prêmio criado pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, eu disse, Cinematográficas...

          Portando, quando os diretores brasileiros entenderem que um filme para funcionar no Oscar deve ser rodado com artistas de cinema e não de TV, a sina brasileira acaba.

          E as estatuetas hão de vir.

          Abraços,

          Cao

 

 

Para acessar a pré-série do jornal  PET SHOP clique aqui.

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "DesignBrasil" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para designbrasil_@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para designbrasil_+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/designbrasil_?hl=pt-BR.



--
Flávia Mattos

(21) 8103-9697

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "DesignBrasil" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para designbrasil_@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para designbrasil_+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/designbrasil_?hl=pt-BR.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

[DesignBrasil] OFF-TOPIC>>> O Brasil e o Oscar

          Prezados/as,

          Nessa 83 edição do Oscar, o Brasil esteve representado com o documentário "Lixo Extraordinário", dos diretores brasileiros João Jardim, Karem Harley e diretora britânica Lucy Walker, a obra trata da vida do artista plástico brasileiro Vik Muniz com catadores de lixo em um dos maiores aterros sanitários do mundo, localizado no Jardim Gramacho, da cidade de Duque de Caxias, no estado do Rio de Janeiro.

          Mas o eleito foi o documentario "Trabalho Interno" de Charles Ferguson e Audrey Marrs, que retrata os bastidores da crise econômica que explodiu no fim de 2008 nos Estados Unidos.

          O cinema do Brasil já foi indicado 17 vezes para o Oscar.

          A primeira vez aconteceu no ano de 1959, e a produção franco-ítalo-brasileira "Orfeu Negro", ganhou na categoria Melhor Filme Estrangeiro, mas como o diretor do longa era o Marceu Camus, o título foi para os franceses.

          De lá pra cá muitos bons filmes brasileiros estiveram presentes, mas nenhum trouce estatueta alguma.

          Em 1963, "O Pagador de Promessas", do diretor Anselmo Duarte, contava com Glória Menezes, Othon Baston e Leonardo Villar e defendia a reforma agrária.

          Depois disso ficamos 22 anos sem pisar naquele tapete vermelho, e em 1985 "O Beijo da Mulher Aranha" do nascido argentino, mas criado aqui no Brasil, Hector Babenco. Participavam do filme: William Hurt, Sonia Braga e Raul Julia, que foi indicado para quatro categorias: Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator e Melhor Roteiro Adaptado. William Hurt levou o título de melhor ator, como ele é nascido em Washington, D.C, USA, a estatueta ficou por lá.

          Em 1996 o filme "O QUATRILHO" de Fábio Barreto com Glória Pires, Patrícia Pillar e Gianfranceso Guarmieri, era nossa esperança, mas o ganhador de melhor Filme Estrangeiro naquele ano foi o holandês "A Excêntrica Família de Antonia".

          O filme "O Que É Isso Companheiro"  de Bruno Barreto, de 1998, baseado no livro de Fernando Gabeira, com Fernanda Torres, Fernanda Montenegro, Luiz Fernando Guimarães, Cláudia Abreu e Pedro Cardoso, perdeu novamente para uma produção holandesa, chamada:"Caráter".

          Jogávamos todas as nossas fichas no "Central do Brasil", dirigido por Walter Salles, em 1999, indicado ao Oscar em duas categorias: "Melhor Filme Estrangeiro" e "Melhor Atriz", a nossa querida Fernanda Montenegro, mas quando todo o Brasil já sentia a vitória, veio mesmo foi a derrota, "A Vida É Bela" do italiano Roberto Benigni ficou com o "Melhor Filme Estrangeiro". E a Gwyneth Paltrow levou a de "Melhor Atriz" pelo "Shakespeare Apaixonado".

          Até com Pelé tentamos alguma coisa no Oscar, "Uma História de Futebol", de Paulo Machline, de 2001, mas o vencedor daquele ano foi  mesmo um filme do alemão Florian Gallenberger.

          Em 2003 foi a vez do filme do Fernando Meireles, "Cidade de Deus", mas apesar de concorrer em quatro indicações: "Melhor Diretor", "Melhor Edição", "Melhor Roteiro Adaptado" e "Melhor Fotografia", o bando do grande Zé Pequeno não trouxe absolutamente nada.

          Carlos Saldanha fez aquele belo curta de animação chamado "A Aventura Perdida de Scrat", mas em 2004, o prêmio foi para o stop motion australiano feito com massinha, "Harvie Krumpet".

          Afinal que sina é essa para com o cinema brasileiro? Nessas questões de animação e/ou documentário, ainda não crescemos bem, mas na arte de contar uma história, não vencemos apenas pelo singelo detalhe, de que enviamos títulos cujos protagonistas são gente com atuação na TV, e como todos sabemos o Oscar é um prêmio criado pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, eu disse, Cinematográficas...

          Portando, quando os diretores brasileiros entenderem que um filme para funcionar no Oscar deve ser rodado com artistas de cinema e não de TV, a sina brasileira acaba.

          E as estatuetas hão de vir.

          Abraços,

          Cao

 

 

Para acessar a pré-série do jornal  PET SHOP clique aqui.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Re: [DesignBrasil] Tipografia de peças do Tdr

Oi Cássio,

por ser parte de um projeto pessoal,
é possível que essa tipografia seja
de uso exclusivo do TDR.

Abs,

Henrique

/ / /

2011/2/28 Cássio Leens da Rocha <vitimadatecnocracia@gmail.com>:
> como eu disse: eu tentei o whatfonts, indetifonts e todos os sites
> similares... O whatfonts não reconhece os caractéres.
>
> Acho que esse site pode ajudar:
>
> http://www.whatfontis.com/
>
> "Good design is honest."
> - Dieter Rams


--
Henrique Nardi
henrique@tipocracia.com.br

Tipocracia: estado tipográfico
www.tipocracia.com.br
www.twitter.com/tipocracia
www.flickr.com/photos/tipocracia

]t[

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "DesignBrasil" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para designbrasil_@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para designbrasil_+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/designbrasil_?hl=pt-BR.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Re: [DesignBrasil] (OT) Filme de Bruna Surfistinha representa o Brasil no Oscar 2012

Bem por aí... Cara, uma longa conversa... Na verdade o que me deixou desapontado foi porque fizeram uma roupagem moralista em cima de uma história totalmente amoral. Uma pessoa que saqueia a própria família e opta por viver o sexo sem limites não pode ter um filme contando sua história da forma que foi contada. Transformaram uma ladra ninfomaníaca em uma figura apática. Destruiram a vilã totalmente... Ficou raso...Assista e depois discutimos em pvt... rs Eu fui aberto a ver um filme que mergulhasse na podridão da vida que ela levou... e consegui só molhar a ponta do dedo do pé... Decepcionante...

Abs,


Roger


2011/2/28 Rudinei R. Modezejewski <rrm32@e-marcas.com.br>
Roger,

Sem considerar sua opinião pessoal sobre a qualidade do filme, como ainda não assisti (terei que assistir, não posso falar mal do que não conheço... kkkk) o enfoque é o que eu imaginei ou não?

É de que a vida de prostituta é uma maravilha, luxo, festas, dinheiro, etc...

Agora fiquei curioso...

Em 28/2/2011 15:52, Roger Faria escreveu:
Cara, e eu assiti ao filme... Uma bosta...


Roger Faria

2011/2/28 Lis Andrade Melo <lis.melo@gmail.com>
parabéns pelo texto.
.....................................
Lis•A•Melo
61 3343.0526
61 8404.6300




--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "DesignBrasil" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para designbrasil_@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para designbrasil_+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/designbrasil_?hl=pt-BR.



--
Att,

Roger Faria
http://www.calangoqueri.com/

PS: Seja cuidadoso. Ao encaminhar mensagens, delete a lista de e-mails que aparece no corpo da mesma; ao enviar para várias pessoas utilize a ferramenta de cópia oculta (Bcc:). Vamos evitar SPAM, VÍRUS, WORM, TROJAN, PHISHING...
--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "DesignBrasil" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para designbrasil_@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para designbrasil_+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/designbrasil_?hl=pt-BR.

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "DesignBrasil" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para designbrasil_@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para designbrasil_+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/designbrasil_?hl=pt-BR.



--
Att,

Roger Faria
http://www.calangoqueri.com/

PS: Seja cuidadoso. Ao encaminhar mensagens, delete a lista de e-mails que aparece no corpo da mesma; ao enviar para várias pessoas utilize a ferramenta de cópia oculta (Bcc:). Vamos evitar SPAM, VÍRUS, WORM, TROJAN, PHISHING...

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "DesignBrasil" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para designbrasil_@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para designbrasil_+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/designbrasil_?hl=pt-BR.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Re: [DesignBrasil] Tipografia de peças do Tdr

como eu disse: eu tentei o whatfonts, indetifonts e todos os sites similares... O whatfonts não reconhece os caractéres.

Acho que esse site pode ajudar:  http://www.whatfontis.com/


"Good design is honest."
- Dieter Rams

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Re: [DesignBrasil] (OT) Filme de Bruna Surfistinha representa o Brasil no Oscar 2012

Roger,

Sem considerar sua opinião pessoal sobre a qualidade do filme, como ainda não assisti (terei que assistir, não posso falar mal do que não conheço... kkkk) o enfoque é o que eu imaginei ou não?

É de que a vida de prostituta é uma maravilha, luxo, festas, dinheiro, etc...

Agora fiquei curioso...

Atenciosamente,


Rudinei Modezejewski
http://www.e-marcas.com.br
http://www.lexperfecta.com.br
http://www.direitoenegocios.com

Em 28/2/2011 15:52, Roger Faria escreveu:

Cara, e eu assiti ao filme... Uma bosta...


Roger Faria

2011/2/28 Lis Andrade Melo <lis.melo@gmail.com>
parabéns pelo texto.
.....................................
Lis•A•Melo
61 3343.0526
61 8404.6300




--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "DesignBrasil" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para designbrasil_@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para designbrasil_+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/designbrasil_?hl=pt-BR.



--
Att,

Roger Faria
http://www.calangoqueri.com/

PS: Seja cuidadoso. Ao encaminhar mensagens, delete a lista de e-mails que aparece no corpo da mesma; ao enviar para várias pessoas utilize a ferramenta de cópia oculta (Bcc:). Vamos evitar SPAM, VÍRUS, WORM, TROJAN, PHISHING...
--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "DesignBrasil" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para designbrasil_@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para designbrasil_+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/designbrasil_?hl=pt-BR.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

[DesignBrasil] (OT) - Maioria no Congresso dá democracia estável

Prezados Amigos,

O artigo que reproduzo abaixo é MUITO importante, peço que atentem muito mais para as PERGUNTAS do que para as respostas, vejam a PREOCUPAÇÃO do jornalista ao formulá-las:

Maioria no Congresso dá democracia estável


Abnor Gondim
São Paulo - O novo líder do PT na Câmara dos Deputados, Paulo Teixeira, de São Paulo, considera "bom para a democracia" o fato de o governo Dilma Rousseff ter o apoio da maioria no Congresso Nacional para assegurar vitória nas propostas enviadas pelo Planalto. "Estamos construindo uma democracia estável", afirmou, em entrevista exclusiva ao jornal DCI.



O líder petista afirma que já foram advertidos os deputados Eudes Xavier (PT-CE) e Francisco Praciano (PT-AM) que não votaram favoravelmente à proposta do governo no projeto do reajuste do salário mínimo para R$ 545. "Vão sofrer repercussões nos mandados deles", salientou.



Ele adiantou que o governo encaminha em março a proposta de criação do marco civil na internet, que deve flexibilizar os direitos autorais para obras baixadas para fins educacionais. Ele reclamou da ministra da Cultura, Ana Buarque de Holanda, por haver retirado do site do ministério a licença que flexibiliza os direitos do autor de obras intelectuais.



Na Câmara, o que acontecerá com os petistas que não votaram com o governo ou se ausentaram na questão do mínimo? E o que deve acontecer com os demais aliados que não seguiram essa linha e sobre os sete da bancada que se ausentaram?

Eles já foram chamados, advertidos quanto à sua posição e vão sofrer repercussões nos mandatos deles.



Por exemplo?

Na verdade, como a bancada é muito grande, eles terão trabalhos muito específicos.



Isso significa que não assumirão posições de destaque em comissões ou outras missões do partido?

Não quero chegar a esses detalhes. Mas todos sabem das consequências que terão repercussões em seus mandatos por causa dessa decisão.



O senhor acha que o PMDB deve ser recompensado com mais cargos no segundo e terceiro escalões pela lealdade total demonstrada ao governo na Câmara, durante a votação do salário mínimo?

Eles fazem parte do governo. Essa lealdade outros partidos da base aliada têm também. Queremos que eles continuem defendendo o governo.



Alguma indicação do PT para o futuro ministro da Pasta da Micro e Pequena Empresa?

Não sabemos disso. Isso é um tema que compete à presidente da República.



O PT também vai fechar questão quanto ao reajuste de 4,5% na tabela do Imposto de Renda, que será encaminhada ao Congresso Nacional por medida provisória?

Nós vamos acompanhar o governo.



Como avalia o fato de o governo ter ampla maioria para aprovar, com facilidade, todas as propostas encaminhadas ao Legislativo. Isso é positivo para a democracia?

O que não é bom para a democracia é um governo que não tenha governabilidade. Em todo o mundo, os governos têm maioria. O governo sem maioria é uma instabilidade permanente.



Vira uma Líbia?

Vira uma Líbia. Estamos construindo uma democracia estável. Por que nós vamos nos queixar de uma democracia estável? Uma democracia estável não quer dizer você atropelar a oposição. Não quer dizer igualmente não ouvir a oposição ou a sociedade. Agora, um governo com uma maioria fraca é difícil para uma democracia sustentar isso.



Quais marcos legais e prioridades de votação vão registrar o ano legislativo?

Nós teremos as discussões das reformas tributária e política, mudanças no Código Florestal, teremos medidas importantes em termos de legislação penal que possibilite o combate à lavagem de dinheiro. Enfim, teremos várias matérias importantes. Um dos desafios da bancada para a atual legislatura, além de ajudar na construção da governabilidade do governo da presidente Dilma Rousseff é pavimentar o caminho para uma reforma política e tributária. Estamos fazendo debates sobre esses temas.



Em março, o governo encaminha ao Congresso o projeto que cria o marco civil na internet. Isso pode resultar em censura?

Não. Porque o marco civil não terá quebra de sigilo e remoção de conteúdo. A legislação brasileira apenas autoriza a quebra de sigilo e a remoção de conteúdo por força judicial, e não por trâmites administrativos. A última versão da proposta de marco civil não prevê esse tipo de procedimento. Isso só acontece com ordem judicial, previsto na Constituição.



A proposta do marco civil na internet elimina os direitos autorais no ambiente virtual?

A legislação dos direitos autorais é importante. Todos reconhecemos que ela protege a obra, a criação, o autor. Agora, existe uma situação que é a internet. Defendemos o uso justo, que é o uso não comercial, aquele para fins pessoais. Essa possibilidade está no mundo inteiro. O que precisamos estabelecer é como você pode baixar uma música sem ferir ou violar o direito do autor. Tem que ter também uma formatação para cobrar via serviços de telecomunicações. Você pode estabelecer uma pequena tarifa contida nos serviços de banda larga, uma pequena contribuição para os autores.



Deputado, uma instituição beneficente, por exemplo, pode pegar conteúdos e baixar, sem precisar pagar por isso? Seria uma atividade comercial ou não? Ou apenas as pessoas físicas poderiam ter esse tipo de acesso?

Depende da natureza da instituição. Por exemplo, uma escola pública quer tirar uma cópia de um livro ou passar um filme aos alunos. Então, a cópia para fins educacionais não deve sofrer cobrança porque nós precisamos criar uma legislação que permita cópia para fins educacionais. Senão, estaremos prejudicando o desenvolvimento da educação no Brasil.



O senhor sabe que a ministra da Cultura, Ana Buarque de Holanda, decidiu retirar do site do Ministério da Cultura a licença Creative Commons [projeto sem fins lucrativos que disponibiliza licenças flexíveis para obras intelectuais]. Isso não contrasta com decisões anteriores que vêm do governo Lula em favor do software livre e de recursos culturais e educacionais abertos na internet?

Eu ponderei que ela deveria abrir o debate sobre direito autoral. Com a retirada do Creative Commons, ela precipitou o debate. Portanto, creio que ela deva se apressar e fazer uma consulta à sociedade sobre qual lei de direito autoral que nós devemos ter.



Agora, isso não iria enfraquecer muito as empresas que têm conteúdos na internet e que podem ser pirateados, sem pagamento aos autores?

Olha, pirataria é outro assunto. Nós queremos combater a pirataria. A pirataria é você copiar um conteúdo e vender. Isso é crime. São dois aspectos. Pirataria é uma atividade comercial que copia e reproduz conteúdos do autor. Eu não posso dizer que um aluno, que está fazendo um trabalho escolar, pega um trecho ou uma música do Chico Buarque para comentar o período da ditadura militar, e achar que ele esteja pirateando. A atual legislação é tão estúpida que ela gera essa confusão.



E o que será proposto nesta matéria em termos de crimes digitais?

Para mim, crime digital é destruir dados, roubar senhas, invadir rede de computador.



Como que o senhor enquadraria o Week Leaks [site que divulgou documentos secretos da diplomacia norte-americana] nessa proposta? Seria crime?

O que o Week Leaks fez foi divulgar dados de como a diplomacia americana é banal. Nós estamos criando aqui sobre proteção de dados públicos, de documentos secretos, por quanto tempo eles devem ser protegidos. Foi aprovado na Câmara e está no Senado. Agora a internet gera um outro problema. Tem o direito americano poder para submeter suas leis à soberania da Europa, onde o criador do site mora?

Fonte: http://www.dci.com.br/noticia.asp?id_editoria=5&id_noticia=363676



Tirem suas conclusões.

Atenciosamente

Rudinei Modezejewski

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Re: [DesignBrasil] (OT) Filme de Bruna Surfistinha representa o Brasil no Oscar 2012

Cara, e eu assiti ao filme... Uma bosta...


Roger Faria

2011/2/28 Lis Andrade Melo <lis.melo@gmail.com>
parabéns pelo texto.
.....................................
Lis•A•Melo
61 3343.0526
61 8404.6300




--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "DesignBrasil" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para designbrasil_@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para designbrasil_+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/designbrasil_?hl=pt-BR.



--
Att,

Roger Faria
http://www.calangoqueri.com/

PS: Seja cuidadoso. Ao encaminhar mensagens, delete a lista de e-mails que aparece no corpo da mesma; ao enviar para várias pessoas utilize a ferramenta de cópia oculta (Bcc:). Vamos evitar SPAM, VÍRUS, WORM, TROJAN, PHISHING...

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "DesignBrasil" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para designbrasil_@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para designbrasil_+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/designbrasil_?hl=pt-BR.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Re: [DesignBrasil] (OT) Filme de Bruna Surfistinha representa o Brasil no Oscar 2012

parabéns pelo texto.
.....................................
Lis•A•Melo
61 3343.0526
61 8404.6300



--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "DesignBrasil" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para designbrasil_@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para designbrasil_+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/designbrasil_?hl=pt-BR.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Re: [DesignBrasil] Tipografia de peças do Tdr

Acho que esse site pode ajudar:

http://www.whatfontis.com/

faça o upload da img que tem a tipografia, depois identifique as letras que estão na img... O site te passa todas os tipos parecidos com o que tem no logo.

Espero que ajude.

Flws


Gláucia Cavalcante

Associação Cidade Escola Aprendiz
(11) 3031-6129 / 3813-1249

Sun, 27 Feb 2011 07:20:39 -0800 (PST)
, hamlet <vitimadatecnocracia@gmail.com>
escreveu:

> Olá
> Alguém saberia me indentificar qual fonte tipográfica foi usada para
> fazer o "word buy consume die" deste planfeto do The Designers
> Republic?
>
> http://blog.thefactoryi.com/wp-content/uploads/2009/01/workbuyconsumedie.jpg
>
> --
> Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "DesignBrasil" dos Grupos do Google.
> Para postar neste grupo, envie um e-mail para designbrasil_@googlegroups.com.
> Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para designbrasil_+unsubscribe@googlegroups.com.
> Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/designbrasil_?hl=pt-BR.
>
>
>
>
>

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "DesignBrasil" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para designbrasil_@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para designbrasil_+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/designbrasil_?hl=pt-BR.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

[DesignBrasil] Odeio quando roubam trabalho dos outros


deem um olhada nesse flyer, alguem sabe o link do artista que fez a imagem do fundo???
o cara pegou imagens de terceiros sem pagar e depois cobra 50 pratas pelo trampo ... ainda caga a arte do fundo com interferencias grosseiras .


-------------------------------------------
Leon Prado...
(61) 8488.4007 / 3427.3363
msn: leonlatour@hotmail.com
http://leonprado.daportfolio.com
http://leonlatour.blogspot.com
http://groups.google.com/group/designbrasil_

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "DesignBrasil" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para designbrasil_@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para designbrasil_+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/designbrasil_?hl=pt-BR.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Re: [DesignBrasil] Modelo de contrato freela

Alex, eu estou procurando nos meus arquivos antigos, tive um contrato assim há alguns anos. Assim que achar, eu envio.

2011/2/28 Alex Fleming : Designer <falecom@alexfleming.com.br>
Ótima dica Flávia, por acaso você tem algum modelo por aí nos seus guardados?
Beijos princesa!
Alex Fleming




Em 28/02/11 11:17, Flávia Mattos escreveu:
Alex, não seria legal também colocar uma cláusula sobre "refazer" trabalhos? Eu já tive um cliente que me enchia a paciência pedindo 300 alterações, mas ele só tinha direito a duas. 
beijinho!

2011/2/27 Alex Fleming : Designer <falecom@alexfleming.com.br>
Fala Lúcio, cara, valeu mesmo pelo modelo.
Nessa segunda cedo vou ajustar o modelo que você me passou.
Abração,
Alex Fleming




Em 26/02/11 18:15, Lúcio Wandeck escreveu:
Alex
 
Segue um modelo de contratinho, sem "juridiquês", nada rebuscado.
 

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVICOS QUE ENTRE Sl FAZEM A AGÊNCIA DE PUBLICIDADE XPTO E O SR. ALEX FLEMING, AUTOR DE ILUSTRAÇÕES.

AGÊNCIA DE PUBLICIDADE XPTO, com sede na Cidade e Estado do Rio de Janeiro, na Avenida RIO RANCO, n° 1000, Centro, inscrita no CNPJ/MF sob o n° 11.111.111/001-11, neste ato representada na forma de seus atos constitutivos pelo senhor JOSÉ DA SILVA, CPF 222.222.222-22, doravante denominada CONTRATANTE e o senhor ALEX FLEMING, daqui em diante denominado ILUSTRADOR, com residência nesta cidade e Estado do Rio de Janeiro, na Rua Alfa, 000, apartamento 000, inscrito no CPF sob o n° 111.111.111-11, resolvem, por mútuo consentimento, celebrar o presente contrato que se rege pelas seguintes Cláusulas e Condições.
CLÁUSULA PRIMEIRA - DO OBJETO
O objeto deste contrato é a criação de até 5 (cinco) ilustrações mensais.
 
CLÁUSULA SEGUNDA - DO PREÇO
As partes ajustam o preço mensal total de R$ 1.111,11 (por extenso)
 
CLÁUSULA TERCEIRA - DO PAGAMENTO DO PREÇO
A CONTRATANTE pagará ao ILUSTRADOR o preço ajustado até o quinto dia do mês subsequente ao da prestação do serviço.
 
CLÁUSULA QUARTA - DO PRAZO
O presente contrato terá prazo de duração indeterminado, cabendo a qualquer das partes rescindi-lo quando assim desejar, obrigando-se, entretanto, a comunicar a rescisão com 30 (trinta) dias de antecedência.
 
CLÁUSULA QUINTA - DA ENTREGA DAS PEÇAS
O ILUSTRADOR fará a entrega das peças gravadas em arquivo digital, [no formato ...]
 
CLÁUSULA SEXTA - DO USO DAS PEÇAS
A CONTRATANTE poderá fazer uso das peças em proveito dos seus negócios, obrigando-se, contudo, a publicar o nome do autor (crédito). 

CLÁUSULA SÉTIMA - DOS TRIBUTOS INCIDENTES SOBRE OS PAGAMENTOS DOS SERVIÇOS
Caberá à CONTRATANTE deduzir do saldo do preço a ser pago ao ILLUSTRADOR os encargos tributários decorrentes das exigências legais, prestando ao ILUSTRADOR, mediante entrega de cópias, prova dos recolhimentos a que se obriga.

E por estarem assim acordados, assinam o presente instrumento em duas vias de igual teor e forma, na presença de duas testemunhas que a tudo assistiram, elegendo o foro da cidade do ...................................para dirimir dúvidas acaso dele resultantes.
Seguem a data e as assinaturas dos contratantes e das testemunhas.
Não há a necessidade de reconhecimento de firmas.
Observações:
- Vocês podem incluir cláusula relativa à multa na hipótese de atraso do pagamento mensal.
- Podem suprimir "obrigando-se, contudo, a publicar o nome do autor (crédito)".
- Sabedor, de antemão, quais são os tributos aos quais a contratante, por força de lei, se obrigará a deduzir do preço bruto a ser pago, você poderá acrescentá-lo ao preço acordado, de modo que receba, líquido, o preço dos seus serviços. Exemplo: se quer receber R$ 1.000,50 pelo trabalho, e sabe que deste preço a contratante irá deduzir 27,5% relativos a tributos, poderá apresentar o preço de R$ 1.380,00, que descontado de 27,5% = R$ 1.000,50

Lúcio Wandeck
 
 
 
 
 
 
 
 
----- Original Message -----
Sent: Friday, February 25, 2011 5:27 PM
Subject: [DesignBrasil] Modelo de contrato freela

Olá Criativo, tudo vivo no mundo primitivo?

Seguinte, uma empresa que atendo há anos como freela me pediu uma proposta de contrato, com valor fixo mensal.
Por isso peço aos meus amigos freelas, ou não, que se tiverem um modelo de contrato de prestação de serviços em criação me passem por favor.
Nessa proposta eu direi que a empresa tem, dentro do valor fixo mensal, direito a até 5 peças que é mais ou menos a quantidade que eles costumam fazer por mês.

Agradeço a todos e sigam-me os bons: @flemingdesigner

Alex Fleming
é Diretor de Arte, Ilustrador e 2011 tá sendo massa!

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "DesignBrasil" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para designbrasil_@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para designbrasil_+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/designbrasil_?hl=pt-BR.
--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "DesignBrasil" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para designbrasil_@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para designbrasil_+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/designbrasil_?hl=pt-BR.

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "DesignBrasil" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para designbrasil_@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para designbrasil_+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/designbrasil_?hl=pt-BR.



--
Flávia Mattos

(21) 8103-9697

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "DesignBrasil" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para designbrasil_@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para designbrasil_+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/designbrasil_?hl=pt-BR.

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "DesignBrasil" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para designbrasil_@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para designbrasil_+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/designbrasil_?hl=pt-BR.



--
Flávia Mattos

(21) 8103-9697

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "DesignBrasil" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para designbrasil_@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para designbrasil_+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/designbrasil_?hl=pt-BR.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Re: [DesignBrasil] Modelo de contrato freela

Ótima dica Flávia, por acaso você tem algum modelo por aí nos seus guardados?
Beijos princesa!
Alex Fleming




Em 28/02/11 11:17, Flávia Mattos escreveu:

Alex, não seria legal também colocar uma cláusula sobre "refazer" trabalhos? Eu já tive um cliente que me enchia a paciência pedindo 300 alterações, mas ele só tinha direito a duas. 
beijinho!

2011/2/27 Alex Fleming : Designer <falecom@alexfleming.com.br>
Fala Lúcio, cara, valeu mesmo pelo modelo.
Nessa segunda cedo vou ajustar o modelo que você me passou.
Abração,
Alex Fleming




Em 26/02/11 18:15, Lúcio Wandeck escreveu:
Alex
 
Segue um modelo de contratinho, sem "juridiquês", nada rebuscado.
 

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVICOS QUE ENTRE Sl FAZEM A AGÊNCIA DE PUBLICIDADE XPTO E O SR. ALEX FLEMING, AUTOR DE ILUSTRAÇÕES.

AGÊNCIA DE PUBLICIDADE XPTO, com sede na Cidade e Estado do Rio de Janeiro, na Avenida RIO RANCO, n° 1000, Centro, inscrita no CNPJ/MF sob o n° 11.111.111/001-11, neste ato representada na forma de seus atos constitutivos pelo senhor JOSÉ DA SILVA, CPF 222.222.222-22, doravante denominada CONTRATANTE e o senhor ALEX FLEMING, daqui em diante denominado ILUSTRADOR, com residência nesta cidade e Estado do Rio de Janeiro, na Rua Alfa, 000, apartamento 000, inscrito no CPF sob o n° 111.111.111-11, resolvem, por mútuo consentimento, celebrar o presente contrato que se rege pelas seguintes Cláusulas e Condições.
CLÁUSULA PRIMEIRA - DO OBJETO
O objeto deste contrato é a criação de até 5 (cinco) ilustrações mensais.
 
CLÁUSULA SEGUNDA - DO PREÇO
As partes ajustam o preço mensal total de R$ 1.111,11 (por extenso)
 
CLÁUSULA TERCEIRA - DO PAGAMENTO DO PREÇO
A CONTRATANTE pagará ao ILUSTRADOR o preço ajustado até o quinto dia do mês subsequente ao da prestação do serviço.
 
CLÁUSULA QUARTA - DO PRAZO
O presente contrato terá prazo de duração indeterminado, cabendo a qualquer das partes rescindi-lo quando assim desejar, obrigando-se, entretanto, a comunicar a rescisão com 30 (trinta) dias de antecedência.
 
CLÁUSULA QUINTA - DA ENTREGA DAS PEÇAS
O ILUSTRADOR fará a entrega das peças gravadas em arquivo digital, [no formato ...]
 
CLÁUSULA SEXTA - DO USO DAS PEÇAS
A CONTRATANTE poderá fazer uso das peças em proveito dos seus negócios, obrigando-se, contudo, a publicar o nome do autor (crédito). 

CLÁUSULA SÉTIMA - DOS TRIBUTOS INCIDENTES SOBRE OS PAGAMENTOS DOS SERVIÇOS
Caberá à CONTRATANTE deduzir do saldo do preço a ser pago ao ILLUSTRADOR os encargos tributários decorrentes das exigências legais, prestando ao ILUSTRADOR, mediante entrega de cópias, prova dos recolhimentos a que se obriga.

E por estarem assim acordados, assinam o presente instrumento em duas vias de igual teor e forma, na presença de duas testemunhas que a tudo assistiram, elegendo o foro da cidade do ...................................para dirimir dúvidas acaso dele resultantes.
Seguem a data e as assinaturas dos contratantes e das testemunhas.
Não há a necessidade de reconhecimento de firmas.
Observações:
- Vocês podem incluir cláusula relativa à multa na hipótese de atraso do pagamento mensal.
- Podem suprimir "obrigando-se, contudo, a publicar o nome do autor (crédito)".
- Sabedor, de antemão, quais são os tributos aos quais a contratante, por força de lei, se obrigará a deduzir do preço bruto a ser pago, você poderá acrescentá-lo ao preço acordado, de modo que receba, líquido, o preço dos seus serviços. Exemplo: se quer receber R$ 1.000,50 pelo trabalho, e sabe que deste preço a contratante irá deduzir 27,5% relativos a tributos, poderá apresentar o preço de R$ 1.380,00, que descontado de 27,5% = R$ 1.000,50

Lúcio Wandeck
 
 
 
 
 
 
 
 
----- Original Message -----
Sent: Friday, February 25, 2011 5:27 PM
Subject: [DesignBrasil] Modelo de contrato freela

Olá Criativo, tudo vivo no mundo primitivo?

Seguinte, uma empresa que atendo há anos como freela me pediu uma proposta de contrato, com valor fixo mensal.
Por isso peço aos meus amigos freelas, ou não, que se tiverem um modelo de contrato de prestação de serviços em criação me passem por favor.
Nessa proposta eu direi que a empresa tem, dentro do valor fixo mensal, direito a até 5 peças que é mais ou menos a quantidade que eles costumam fazer por mês.

Agradeço a todos e sigam-me os bons: @flemingdesigner

Alex Fleming
é Diretor de Arte, Ilustrador e 2011 tá sendo massa!

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "DesignBrasil" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para designbrasil_@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para designbrasil_+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/designbrasil_?hl=pt-BR.
--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "DesignBrasil" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para designbrasil_@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para designbrasil_+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/designbrasil_?hl=pt-BR.

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "DesignBrasil" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para designbrasil_@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para designbrasil_+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/designbrasil_?hl=pt-BR.



--
Flávia Mattos

(21) 8103-9697

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "DesignBrasil" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para designbrasil_@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para designbrasil_+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/designbrasil_?hl=pt-BR.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS